13 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
16/04/24 às 14h37 - Atualizado em 16/04/24 às 14h39

Autorizada construção do primeiro papa-entulho do Riacho Fundo II

COMPARTILHAR

A unidade, gerenciada pelo SLU, poderá receber diariamente até 1 m³ de resíduos da construção civil, restos de podas, recicláveis, móveis e óleo usado

Por Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

A população do Riacho Fundo II será beneficiada em 2024 com a construção do primeiro papa-entulho desta região administrativa. Este equipamento público é destinado ao recebimento gratuito de resíduos da construção civil, restos de podas, recicláveis, móveis, outros resíduos volumosos e óleo usado. O objetivo do papa-entulho é combater o descarte irregular de resíduos em áreas públicas.

“Os papa-entulhos ajudam a evitar o descarte irregular em áreas públicas, que gera um prejuízo de cerca de R$ 36 milhões por ano aos cofres públicos e provoca alagamentos, proliferação de doenças, como a dengue, e poluição. Nossa meta é entregar dez novos pontos de entrega voluntária (PEVs) ainda em 2024, beneficiando diversas regiões que sofrem com o problema do descarte irregular de resíduos”

Silvio Vieira, diretor-presidente do SLU

Com duração de cerca de quatro meses, as obras no Riacho Fundo II estão previstas para o fim de abril e o início de maio. O custo total de R$ 385.625,00 será pago via emenda parlamentar e a responsável pela construção do novo papa-entulho é a empresa JM Mix Construtora e Comércio LTDA.

Até o momento, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) tem a cessão de dez terrenos que podem receber as novas unidades ainda em 2024. Para o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira, os equipamentos são fundamentais para a gestão de resíduos no Distrito Federal. “Os papa-entulhos ajudam a evitar o descarte irregular em áreas públicas, que gera um prejuízo de cerca de R$ 36 milhões por ano aos cofres públicos e provoca alagamentos, proliferação de doenças, como a dengue, e poluição. Nossa meta é entregar dez novos pontos de entrega voluntária (PEVs) ainda em 2024, beneficiando diversas regiões que sofrem com o problema do descarte irregular de resíduos”, afirma.

Força-tarefa retira resíduos deixados nos papa-entulhos

Atualmente, o Distrito Federal possui 23 papa-entulhos em operação, localizados em 15 regiões administrativas: Águas Claras, Asa Sul, Brazlândia (2), Ceilândia (3), Gama (2), Guará (2), Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Santa Maria (2), São Sebastião (2), Sobradinho (2), Sobradinho II, Taguatinga e Samambaia. Em 2023, foram recebidas mais de 31 mil toneladas de resíduos nesses equipamentos.

Os papa-entulhos funcionam de segunda a sábado, das 7h às 18h, e recebem até 1 m³ de resíduos por viagem, diariamente. Não é permitida a entrada de cargas de resíduos em caminhões e não são recebidos resíduos de serviços de saúde, lixo eletrônico, orgânico e industrial.

Confira a lista completa dos endereços dos papa-entulhos: https://www.slu.df.gov.br/papa-entulho/.

*Com informações do SLU

Mapa do site Dúvidas frequentes