19 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
26/08/23 às 14h01 - Atualizado em 5/09/23 às 9h12

GDF entrega pavimentação da via de ligação do Caub I ao II

COMPARTILHAR

Foram investidos R$ 4,4 milhões em serviços de asfaltamento, drenagem, sinalização de trânsito e na instalação de calçadas na pista que conecta os conglomerados

Victor Fuzeira, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

A vice-governadora Celina Leão entregou, neste sábado (26), a pavimentação da via que liga os Conglomerados Agrourbanos de Brasília (Caub) I e II, no Riacho Fundo II. Foram investidos R$ 4,4 milhões para levar asfalto aos 2,2 km de extensão da rodovia e na realização de obras complementares de urbanização na região.

Os conglomerados, antes ligados por uma estrada de terra, agora contam com uma pista inteiramente asfaltada, garantindo um deslocamento mais ágil e seguro, e com uma melhor estrutura em frente às casas que margeiam a pista. As intervenções promovidas pelo GDF beneficiam 10 mil pessoas.

Foram investidos R$ 4,4 milhões para levar asfalto aos 2,2 km de extensão da rodovia e na realização de obras que beneficiam cerca de 10 mil pessoas | Fotos: Geovana Albuquerque/ Agência Brasília

“Com esse tipo de investimento, você consegue fazer com que o cidadão acesse a casa dele mais rápido, com facilidade, agiliza a escoação de alimentos. É uma obra que eu tenho certeza que não beneficia só a família, mas uma comunidade”, enfatiza Celina Leão.

A vice-governadora do DF destacou, ainda, os vários investimentos que o governo tem realizado em toda cidade. “O Riacho Fundo II precisava de muito investimento, era tida como cidade-dormitório, não tinha área empresarial desenvolvida e toda essa movimentação de benfeitorias teve parte desde o primeiro governo Ibaneis”, afirma. “Nós construímos aqui a UPA, a Unidade Básica de Saúde, a escola de línguas e agora essa ligação do Caub I ao Caub II. Ou seja, essa cidade tem sido cuidada e nós vamos continuar investindo aqui. Será uma das grandes cidades para as pessoas escolherem para morar”, detalha.

Comunidade assistida

O asfaltamento também ajudará no escoamento dos produtores rurais da região que abraça mais de 130 propriedades rurais

Apenas na etapa de pavimentação, as equipes da Secretaria de Obras e Infraestrutura do DF (SODF) utilizaram 1,5 mil toneladas de massa asfáltica. Para o secretário de Obras e Infraestrutura do DF, Luciano Carvalho, o asfaltamento também ajudará no escoamento dos produtores rurais da região. “É uma obra que atende a zona rural, a produção agrícola, pessoas que moram na região e que, realmente, vivem disso. Esse asfaltamento traz conforto, estabilidade. São investimentos que dão a conotação da importância que a produção agrícola tem para o DF”, afirma o secretário.

A região conta com vários produtores rurais assistidos pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). “Atuamos aqui há muitos anos. Hoje, nós temos no nosso cadastro cerca de 134 propriedades da região que nos procuram para apoiar todas as atividades agropecuária. São 285 beneficiários dessas propriedades, que produzem alimentos do dia a dia, pecuária, flores, leite. É uma região rica”, defende Cleison Duval, presidente da Emater.

Qualidade de vida

A administradora regional do Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva, relata que o asfaltamento era uma demanda antiga dos moradores do Caub I e II. “A gente via a dificuldade dos moradores, então, hoje se realiza um desejo antigo da população”, diz. As obras também levaram melhorias para os pedestres. Agora, a via conta com novas calçadas, mais seguras e acessíveis, e recém-instaladas sinalizações horizontais e verticais.

“Temos muitas crianças que estudam nas redondezas e sofriam muito com barro e lama. A calçada também é uma maravilha, a gente já pode ver famílias caminhando, passeando, andando de bicicleta”, acrescenta o vigilante Paulo Mendonça, 49 anos.

As equipes do GDF ainda solucionaram um problema crítico na região com a construção de uma moderna e eficiente rede de drenagem para captar a água das chuvas. “Quando a gente não sofria com a poeira, era com a lama. Essa obra foi boa demais para todos. Antes, isso aqui era tudo estrada de terra e, agora, está tudo pavimentado”, comemora o aposentado Francisco Basílio de Braga, 77.

GDF entrega pavimentação da via de ligação do Caub I e II

Mapa do site Dúvidas frequentes